O mercado online tem crescido cada vez mais. Por isso, é comum que mais pessoas queiram saber como abrir uma empresa pela internet.

Afinal, manter um negócio online pode ter custos mais reduzidos, comparado aos custos de uma empresa física.

Em todo caso, é fundamental saber o que é necessário para abrir uma empresa online, incluindo questões burocráticas, pagamento de taxas, planejamento do negócio, custos envolvidos com a abertura de empresa, entre outras coisas. 

Para quem planeja abrir um novo negócio pela internet, saiba que antes de qualquer coisa é preciso definir uma área de atuação e um nicho que será o segmento desse novo negócio.

Felizmente, neste artigo você encontrará todo o passo a passo completo para abrir uma empresa online. Veja a seguir tudo que você precisa saber!

O que é necessário para abrir uma empresa online?

O que é necessário para abrir uma empresa online
O que é necessário para abrir uma empresa online

Mas afinal, o que é necessário para abrir uma empresa online? Saiba que para ter um negócio online ou físico é preciso ter planejamento, investimento, estratégia e conhecimentos específicos.

Em todo caso, a abertura de uma empresa online é realizada em etapas. Veja a seguir quais são elas!

1. Defina o nicho e o público-alvo

A primeira coisa a ser definida em um novo negócio é o nicho de atuação. Dessa forma, será possível estabelecer o público-alvo e entender como você poderá ingressar nesse mercado.

Sendo assim, defina o nicho e o público-alvo que você pretende iniciar o seu negócio. 

Nesse caso, defina primeiro uma área de atuação e depois encontre uma boa oportunidade.

Por exemplo, se a área de atuação for vestuário, o nicho pode ser “roupas para gestantes”, “roupas para idosos”, “roupas de academia”, “calçados ortopédicos”, entre outras. Vamos supor que a área de atuação seja informática, o nicho poderia ser “computadores gamers”, “peças para computadores gamers”, “impressoras”, “celulares”, entre outras. 

Quando for definir o nicho também é importante avaliar a concorrência. Nos exemplos acima, a concorrência no nicho de celulares é enorme se comparado ao nicho de roupas para idosos. 

2. Faça um plano de negócio

Agora que você já sabe o nicho e quem será seu público-alvo, é hora de iniciar o plano de negócio.

Esse planejamento tão importante permite definir como será sua empresa, desde o nome do seu negócio até as atividades econômicas. É a etapa mais importante e que deve ser feita com muitos detalhes. 

Sendo assim, comece colocando no papel todas as ideias para seu negócio online, incluindo nicho, público-alvo, produto ou serviço que pretende oferecer, nome da empresa, investimento disponível, capital necessário, quando pretende abrir o negócio, entre outras informações. 

3. Abra a sua empresa pela internet

Há várias modalidades empresariais disponíveis no Brasil. A mais simples e fácil para quem está começando é o MEI (Microempreendedor Individual).

Por meio do Portal do Microempreendedor Individual (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/) você consegue abrir sua empresa rapidamente. 

Porém, ele é limitado ao faturamento anual de R$ 80 mil. Caso sua empresa tenha potencial de lucro acima desse limite ou você queira enquadrá-la em uma modalidade empresarial com menos limitações, há as seguintes opções:

  • Microempresa – R$ 360 mil
  • Empresa de Pequeno Porte – R$ 4,8 milhões
  • Empresa de Médio Porte – R$ 20 milhões
  • Empresa de Grande Porte – acima de R$ 20 milhões

Lembrando que o processo de abertura de empresas pode ser difícil, caso você não tenha conhecimento em questões como essa.

É preciso pagar taxas, escolher regime tributário, definir regime jurídico, entre outros pontos importantes. Por isso, conte com serviço de contabilidade online para abertura de empresa. Aqui na Fica Tranquilo a abertura da empresa é grátis!

4. Crie um site para seu negócio

Se a ideia é ter um negócio online, é fundamental ter um site. Mesmo que sua estratégia seja vender por plataformas ou pelas redes sociais, você precisará de um endereço só seu na internet, que é um site.

Você pode montar um site com uma estrutura de loja virtual, plataforma, ou seja, de diferentes formas. 

O ideal é pensar na experiência do usuário e na atividade econômica da empresa. Afinal, o site deverá ter a estrutura necessária para o tipo de negócio que você pretende criar. 

5. Tenha um planejamento de marketing

Na internet a competição é enorme. Além disso, quando você cria um novo negócio, ninguém é capaz de encontrá-lo apenas porque você criou um site. É preciso ter um planejamento de marketing para que seu público-alvo chegue até você. As pessoas precisam saber que seu negócio existe e todas as vantagens que ele oferece. 

Sendo assim, se você não tem conhecimento em planejamento de marketing é muito importante que você contrate alguém especializado no assunto.

Assim você poderá ser encontrado por quem realmente deseja comprar seus produtos ou adquirir seus serviços. 

Qual o custo para abrir uma empresa simples?

Vimos que são muitas etapas para abrir uma empresa e começar a vender. Contudo, você pode estar se perguntando qual o custo para abrir uma empresa simples!

Saiba que há inúmeros custos em abrir uma empresa, mas se comparado às empresas físicas, o negócio online tem uma redução de custos. 

Isso porque você não precisará pagar aluguel de um ponto comercial, caso não exista essa necessidade, não terá que pagar IPTU, em alguns casos não precisará nem mesmo de funcionários.

A infraestrutura e equipe de trabalho varia de acordo com cada negócio, mas na maioria dos casos há uma redução de custos. 

Todavia, há custos que não tem como fugir. Por exemplo, as taxas para abertura de empresa, investimento inicial, capital social, entre outros.

Para um negócio online é fundamental incluir nesses custos a criação do site, planejamento de marketing e consultoria contábil para lidar com as questões burocráticas. 

No caso de uma empresa simples, que pode ser MEI, Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte, os custos podem ser menores.

Além disso, o regime tributário para essas modalidades empresariais é unificado e simples, feito por meio do Simples Nacional. 

  • Custos com alvará de funcionamento: varia entre R$ 25,00 a R$ 800,00, dependendo do município;
  • Custos com o registro do CNPJ: pode ser zero, no caso do MEI e em média R$ 370,00 para outras modalidades;
  • Aquisição do Certificado Digital: o custo fica em torno de R$ 225,00;
  • Custos fiscais após abertura: variam de acordo com o tipo de negócio e o município;
  • Capital Social: varia de acordo com a necessidade do negócio, sendo o mínimo exigido de R$ 1.000,00;
  • Custos com registro de marca: para pesquisar o INPI cobra R$ 170,00 e para registrar a marca o custo pode chegar a R$ 1.115,00;
  • Investimento inicial: o valor varia com base na compra de equipamentos, matéria-prima, estoque, despesas do mês, salário de colaboradores, infraestrutura, contratação de serviços, entre outros gastos.

O que é preciso para abrir uma empresa simples online? 

Quer saber o que é preciso para abrir uma empresa simples online? Saiba que você precisará definir o tipo de empresa, nicho, público-alvo, modalidade empresarial e ter o investimento necessário para começar. 

Na Fica Tranquilo realizamos abertura da empresa gratuitamente. Entre em contato agora mesmo para receber todo auxílio necessário para o processo de abertura grátis.

Além disso, você pode contar com vários outros serviços de contabilidade online para ficar livre dessas questões burocráticas da sua empresa. Conheça nossos serviços agora mesmo e comece sua empresa com o pé direito!