Como fazer uma transição de CLT para PJ

A procura pela transição de CLT para PJ tem crescido bastante nos últimos anos, sobretudo em função da maior autonomia e flexibilidade que os contratos PJ podem oferecer quando comparados a CLT.

Como regra geral, nos contratos PJ, ganham os empregadores, em função da economia com tributos e contribuições, mas ganham também os profissionais, que conquistam maior autonomia, conseguem fazer seus próprios horários e obter uma melhor remuneração.

Se você chegou até esse conteúdo, pois pretende saber mais sobre a transição de CLT para PJ, você chegou ao lugar certo, continue conosco para saber tudo sobre o assunto.

Quais são as vantagens e desvantagens de ser PJ?

Como PJ, você encontrará uma série de vantagens, mas também algumas desvantagens, é preciso conhecer todas elas, para uma transição de CLT para PJ, tranquila e sem surpresas.

Vamos começar pelas vantagens de ser PJ, confira:

  • Possibilidade de emitir nota fiscal;
  • Maior flexibilidade e controle de horários;
  • Maior autonomia profissional;
  • Flexibilidade para atender diferentes empresas;
  • Remuneração livre de descontos como INSS e IRPF;
  • Maior poder de negociação para fechar contratos.

Ao observar as vantagens de ser PJ, é fácil perceber que a maior autonomia e liberdade estão entre os principais benefícios encontrados por quem opta por essa modalidade.

No entanto, conforme destacamos, ser PJ também possui certas desvantagens, para as quais, você precisa se preparar, são elas:

  • O profissional PJ não recebe férias e 13º salário;
  • O PJ não tem direito ao recebimento de FGTS;
  • Não possui direito a seguro desemprego.

Apesar das desvantagens, com um bom planejamento, você pode superá-las facilmente, basta incluir no valor dos seus contratos um percentual que seja suficiente para cobrir o valor dos benefícios que teria na CLT, como 13º, férias, FGTS e Seguro Desemprego.

Além disso, vale reservar esse adicional em uma aplicação segura, criando assim, uma reserva de emergências para qualquer imprevisto com os seus contratos.

Como fazer uma transição de CLT para PJ?

Com o apoio de uma contabilidade online, como a Fica Tranquilo, a transição de CLT para PJ pode ser rápida e sem qualquer tipo de complicação.

Todos os trâmites para abertura do seu CNPJ podem ser realizados de forma online e gratuita.

Com mensalidade a partir de R$199,00 você tem acesso a uma plataforma digital completa para PJs e ainda garante abertura de empresa grátis.

Atendemos mais de 2.000 clientes de todas as partes do Brasil, auxiliando o empreendedor no processo de transição de CLT para PJ, incluindo:

  • Abertura do seu CNPJ;
  • Cálculo de impostos;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Apoio na gestão financeira;
  • Emissão de relatórios;
  • Manutenção das obrigações com o fisco sempre em dia.

Clique aqui, confira nossa calculadora CLT X PJ e simule a sua economia!

Além de fornecer acesso a uma plataforma digital exclusiva, oferecemos apoio e suporte especializado por diferentes canais de atendimento, incluindo, WhatsApp, Telefone e E-mail.

Procurando uma contabilidade online preparada para apoiar o seu processo de transição? 

Conte com a Fica Tranquilo Contabilidade e com o apoio do nosso time de especialistas. 

Por fim, antes de sair, não deixe de conferir e fazer o download do nosso modelo de contrato PJ para prestadores de serviços, clique aqui e faça o download gratuitamente!

Contrate o seu plano, agora mesmo!