Como gerar o Código de Acesso no Portal do Simples Nacional?

No âmbito tributário no Brasil, há diferença na forma de pagamento de impostos entre cada empresa. A alta carga de tributos e a burocracia ainda são os maiores empecilhos. Em vista disso, o governo criou o Simples Nacional, um modelo tributário que veio para simplificar. Mas, para sua empresa ter acesso ao Simples, é fundamental saber como gerar o código de acesso no Portal do Simples Nacional.

Neste artigo, vamos mostrar como gerar o código de acesso no Portal do Simples Nacional de forma rápida e simples. Veja um passo a passo de como gerar o seu código de acesso. Também vamos mostrar mais sobre algumas das principais características do Simples Nacional.

O que é o código de acesso ao Simples Nacional?

Como gerar o Código de Acesso no Portal do Simples Nacional? 2

O Simples Nacional veio para simplificar a vida dos empresários no Brasil, principalmente os donos de micro e pequenos negócios. Alguns especialistas no assunto dizem que de simples, o Simples Nacional só tem o nome e o número da Lei em que foi criado, identificado como 123. Um dos primeiros entraves na hora de se tornar optante é entender o que é o código de acesso ao Simples Nacional para poder gerar um.

O código de acesso é a forma como as MEs (Microempresas) e EPPs (Empresas de Pequeno Porte), farão a consulta de documentos, pagamento da DAS, retirar extratos, fazer a solicitação de impostos que ultrapassaram a data de pagamento, dentre outras tarefas. 

Esse importante código nada mais é do que um código numérico utilizado pela Receita Federal para permitir o acesso de contadores e empresários aos serviços oferecidos. Por isso, é fundamental compreender bem esse código para não ficar confuso com o modelo que veio para simplificar. 

O código de acesso é uma etapa simples de entender, pois, com alguns passos simples, é possível cadastrar o seu hoje mesmo. Você pode gerar o código, mas delegar essa tarefa para um contador de sua confiança facilita muito o processo.

Delegue essa tarefa

Para que a contabilidade tenha acesso ao Simples Nacional de sua empresa, primeiro é necessário gerar esse tão famoso código de acesso. Para isso, normalmente o escritório de contabilidade irá acessar o site do Simples Nacional e realizar o procedimento. Então, delegue essa tarefa ao seu contador de confiança, ele saberá cuidar disso melhor do que qualquer um.

Em alguns casos, o código de uma mesma empresa é gerado várias vezes. Isso tende a acontecer por conta de rotinas contábeis e tributárias que ocorrem no dia a dia de uma empresa optante pelo Simples Nacional. O mais indicado em todos os casos é você deixar que o setor de contabilidade cuide disso para você. 

Sabemos que empreender possui grandes desafios e delegar a contabilidade da sua empresa para um contador confiável é a melhor opção. Mesmo assim, é muito importante que você conheça o processo caso decida gerar o código de acesso por conta própria.  

Passo a passo para resgatar ou gerar o código Simples Nacional

O código de acesso é obtido assim que a empresa se cadastra no Simples Nacional ou leva até 30 dias para ocorrer sua inscrição no regime. Outra importante questão é que, mesmo com a existência de um código, pode ser necessário gerar um outro futuramente. Entender o passo a passo para resgatar ou gerar o código Simples Nacional é fundamental para o empreendedor que decide fazer isso por conta própria.

Sendo assim, agora que já falamos o que é o código de acesso Simples Nacional, chegou a hora de mostrar como gerá-lo. Então veja o passo a passo a seguir:

1. Acesse o site do Simples Nacional

O primeiro passo é acessar o site do Simples Nacional e, caso não tenha um código de acesso, opte pela opção “Caso você não tenha o Código de Acesso ou precise alterá-lo ou se esqueceu, Clique Aqui”

Você também pode clicar aqui e acessar diretamente o endereço citado anteriormente. Seguindo qualquer uma das duas opções, você terá acesso à página com os campos “Número do CNPJ”, “Número do CPF do Responsável” e “Digite os caracteres da imagem abaixo”, que deverão ser preenchidos. Após o preenchimento, clique em “Validar” para prosseguir.

É importante que neste primeiro passo os dados estejam corretos, pois só assim o sistema irá continuar com o processo de preenchimento de dados restantes. 

2. Preencha seus dados

Na próxima tela você deve fazer o preenchimento de mais dados importantes. Preencha novamente o campo “Número do CNPJ”, “Número do CPF do Responsável”, “Título eleitoral”, “Data de nascimento” e “Digite os caracteres da imagem abaixo”. Mais uma vez, saiba que é fundamental realizar esse preenchimento de dados correto para prosseguir.

Uma vez tendo certeza de que todos os números estão corretos, clique em “Continuar”. Após isso, aguarde um pouquinho enquanto o sistema faz uma verificação das informações preenchidas. Isso não demora muito, é um processo rápido. Assim que os dados são verificados e validados, pronto, o sistema irá gerar um código de acesso do Simples Nacional para você, simples assim!

3. Guarde o código gerado em um local seguro

Após ter seguido os passos indicados anteriormente de forma correta, o sistema responsável pelo Simples Nacional irá gerar um código de acesso em forma de uma sequência numérica. A princípio, esses números irão aparecer na cor vermelha e podem ser vistos na parte inferior da tela de geração de código.

É fundamental guardar esse código em um lugar seguro, de preferência em mais de um, pois será através dele que você conseguirá acessar os serviços do Simples Nacional. 

Principais características sobre o Simples Nacional

É importante saber que o Simples Nacional é um regime tributário criado para ajudar os micro e pequenos empreendedores. Sabendo que a burocracia é grande, os órgãos competentes resolveram simplificar um pouco mais com esse regime de tributos. Criado a partir da LC (Lei Complementar) 123/2006, os empresários de MEs e EPPs podem ser optantes do Simples Nacional desde 01/07/2007, data em que o regime foi sancionado.

A principal característica do Simples Nacional é o pagamento dos tributos realizado todos os meses com uma única guia. O nome dessa guia é DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Com ela o empresário faz o recolhimento dos impostos. 

Resolva tudo isso com um contador

Nada melhor do que ter profissionais qualificados para te ajudar com todas as demandas de seu negócio. No mundo do empreendedorismo, é fundamental ter o apoio de especialistas em diversos setores, como administração, produção, vendas, logística, e claro, um contador. Resolva tudo isso com um contador de confiança e deixe que ele cuide da saúde financeira de seu negócio. 

O setor de contabilidade irá suprir todas as necessidades de pagamentos de tributos, impostos e dívidas com fornecedores. Esse é o coração da empresa junto ao setor financeiro. Nada melhor do que ter um serviço de qualidade para lidar com todas as demandas, inclusive a geração do código do Simples Nacional.

Hoje, existe a contabilidade online, um modelo de serviço contábil que pode ser contratado e acessado pela internet, totalmente descentralizado. A Fica Tranquilo é a empresa que mais se destaca e pode cuidar da geração do código Simples Nacional para você. Além disso, na Fica Tranquilo você ganha a abertura de sua empresa.

É isso mesmo que você leu: a abertura de sua empresa é grátis, um presente da Fica Tranquilo para todos os empreendedores que desejam se formalizar. Com planos contábeis que vão desde R$199/mensais, qualquer negócio pode acessar os serviços robustos de contabilidade da Fica Tranquilo.