Contabilidade online: fui contratado como PJ, e agora?

Foi contratado como PJ. A primeira coisa a saber é que a contabilidade online é uma grande aliada para alavancar sua vida de autônomo, prestador de serviços.

Atualmente, muitas empresas têm contratado funcionários como PJ, deixando de lado o regime celetista. Isso pode proporcionar diversas vantagens, tanto para a organização quanto para o prestador de serviços.

Caso o acordo ocorra dessa forma, o funcionário, porém, não possui os benefícios que são propiciados pela CLT, como o 13º salário, a aposentadoria e as férias. Por isso, antes de aceitar uma contratação como PJ, é sempre importante avaliar as condições.

Você está pensando em se tornar PJ ou já foi contratado como pessoa jurídica, mas não sabe como será o regimento do seu trabalho?

Leia a seguir vantagens e desvantagens deste tipo de contratação e, em caso de dúvidas, entre em contato.

O que motiva empresas a contratar o funcionário como PJ?

Por meio da contratação do funcionário como PJ, a empresa contratante não precisa pagar diversos tributos, os encargos trabalhistas, de forma a desembolsar apenas a quantia referente à nota fiscal.

Mesmo livre desses pagamentos, é dever da empresa pagar o plano de saúde, o vale-refeição, e o vale-transporte para o funcionário.

 

A contratação como PJ segue leis trabalhistas?

Quando um funcionário é contratado como PJ para prestar serviços, ele não possui os mesmos benefícios de um empregado que é regido pela CLT. Por isso, a pessoa jurídica não tem direito a férias, FGTS, horas extras, previdência social, seguro desemprego, equiparação salarial e 13º salário.

Portanto, o prestador de serviços que atua como pessoa jurídica deve pagar todos os encargos e tributações vinculados à PJ.

Quais são as vantagens e desvantagens de ser contratado como PJ?

Ser contratado como PJ possui diversos benefícios, mas também perdas em relação ao regime CLT. Por isso, avalie sempre se vale a pena se tornar uma pessoa jurídica.

Vantagens

  • Maior flexibilidade –a PJ não tem horário fixo, como um empregado regido pela CLT que bate ponto diariamente;
  • Melhor remuneração quando comparado a um profissional celetista –a PJ recebe uma quantia proporcional ao seu nível de produtividade;
  • Não possui um forte vínculo com a empresa contratante, sendo possível prestar serviços para quem estiver oferecendo maiores benefícios ou para mais de uma empresa simultaneamente.

Desvantagens

  • Exige maior