Planejamento financeiro: qual a importância para um PJ?

Não tenha dúvidas, para chegar mais longe, você que atua como PJ precisa adotar boas práticas de organização e planejamento financeiro.

Apesar de ser deixado de lado por muitos empresários e profissionais autônomos, o planejamento é a chave para o sucesso de todo e qualquer negócio, independente do seu porte ou segmento.

Diante disso, a Fica Tranquilo, preparou um conteúdo com uma série de dicas relacionadas à importância do planejamento financeiro para profissionais PJ.

Sendo assim, se você deseja organizar o seu negócio, aumentar a sua margem de lucro e as suas chances de sucesso, continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final!

O que é planejamento financeiro?

O planejamento financeiro é uma ferramenta que ajuda empresas e empreendedores a definir metas e organizar seus negócios de forma mais equilibrada e assertiva.

Ao adotar boas práticas de planejamento, empresas e profissionais PJ conseguem aumentar suas margens de lucro e evitar o endividamento ou outras situações que coloquem suas finanças em risco.

Além disso, negócios com processos de gestão bem organizados e estruturados conseguem crescer mais rápido, conquistando o espaço da concorrência.

Como fazer um planejamento financeiro para PJ?

Você já sabe que boas técnicas de gestão e planejamento financeiro são fundamentais para que os seus negócios alcancem o sucesso e melhores resultados.

Sendo assim, é hora de conferir como colocar tudo isso em funcionamento, por meio das dicas práticas que a nossa equipe separou para você.

Confira cada ponto com atenção e otimize a gestão financeira dos seus negócios como profissional PJ.

1.Separe sua conta PF e PJ

A partir do momento que o profissional decide sair da CLT para atuar como PJ, ele passa a ter uma inscrição como pessoa física (CPF) e uma inscrição como pessoa jurídica (CNPJ).

Para que essa distinção aconteça na prática, e principalmente sob o ponto de vista fiscal, evitando o pagamento de impostos em excesso, é fundamental que o profissional separe suas finanças pessoais e empresariais.

Por questões de organização financeira, o profissional PJ deve ter uma conta bancária pessoa física e uma conta bancária PJ.

Isso se faz necessário para que as suas despesas pessoais não se misturem com a da empresa, o que torna mais difícil apurar a lucratividade e outros indicadores do negócio.

Além disso, quem não separar as finanças pessoais e empresariais pode ter problemas na hora de declarar seus rendimentos ao fisco, pagando mais impostos que o necessário.

2.Emita notas fiscais

Para evitar problemas com o fisco e transmitir maior credibilidade aos seus clientes, o profissional PJ precisa emitir suas notas fiscais.

Ao emitir notas fiscais, você mantém o seu CNPJ em situação regular com o fisco, evitando multas e sanções, e além disso, pode controlar melhor o seu faturamento.

Se você atua como PJ, mas ainda não emite notas fiscais de prestação de serviços para os seus clientes, entre em contato conosco e regularize sua situação.

3.Mantenha controle sobre suas entradas e saídas

Como profissional PJ, você precisará controlar e manter em ordem, todas as suas entradas e saídas, ou seja, as receitas e despesas do negócio.

Para isso, você pode utilizar um software de gestão financeira, planilhas em Excel ou contar com um serviço de contabilidade que também lhe ofereça serviços de gestão financeira.

Controle absolutamente todas as suas receitas e despesas, considerando que esse tipo de controle é fundamental para que você mantenha o pagamento das contas em dia e verifique se seus negócios estão sendo lucrativos, como o esperado.

4.Analise relatórios e indicadores

Muitos acreditam que a análise de relatórios e indicadores está restrita aos grandes negócios, quando isso, na prática, não é uma verdade.

Toda e qualquer empresa, independente do seu porte ou ramo de atividade, precisa contar com rotinas de análise e avaliação de indicadores.

Somente, a partir dos relatórios e indicadores, será possível tomar decisões assertivas e determinar se a empresa está indo no caminho certo.

Por isso, ao montar o seu planejamento financeiro, implemente no seu dia a dia, rotinas para análise de relatórios e indicadores, dentre eles:

  • Fluxo de Caixa;
  • DRE – Demonstração de Resultados do Exercício;
  • Margem de Lucratividade;
  • Ticket Médio;
  • Ponto de Equilíbrio;
  • Dentre outros indicadores e demonstrativos relevantes.

5.Elabore um planejamento tributário

Engana-se quem pensa que o planejamento financeiro está relacionado apenas ao pagamento de contas e ao recebimento pelos serviços prestados.

O profissional PJ que deseja ter um negócio que seja realmente lucrativo, precisa contar com o apoio da contabilidade para montar um planejamento tributário para o seu negócio.

Recentemente, o IBGE divulgou uma pesquisa, apontando que cerca de 95% das empresas brasileiras pagam mais impostos que o devido.

Em função disso, boa parte dessas empresas, acabam enfrentando problemas para se manter no mercado, crescer e investir na expansão dos seus próprios negócios.

Nos casos extemos, essas empresas acabam amargando prejuízos e encerrando suas atividades de forma precoce.

6.Conheça seus custos e saiba quanto cobrar dos clientes

Ao adotar boas práticas de gestão e planejamento financeiro, o profissional PJ pode conhecer de perto os seus custos e com base nisso, precificar melhor os seus serviços.

Por falta de orientação e organização, muitos profissionais PJ acabam aceitando qualquer oferta superior ao que recebiam quando CLT, se esquecendo de considerar custos com:

  • 13º Salário;
  • Férias;
  • Benefícios (Plano de saúde e vale-alimentação);
  • Vale-Transporte;
  • Impostos;
  • Honorários Contábeis;
  • Dentre outros.

O profissional PJ precisa se ver como empresa e entender que é absolutamente natural, cobrar dos clientes um valor compatível com a sua realidade.

7.Monte um orçamento anual

Para se organizar como PJ, você precisa elaborar um planejamento financeiro anual, com estimativas realistas de receitas e despesas mês a mês.

Além disso, é preciso acompanhar a evolução ao longo do ano, para evitar que os famosos imprevistos aconteçam, comprometendo a saúde financeira dos seus negócios.

Para um orçamento assertivo, liste e organize todas as suas receitas e despesas, visando garantir que os números apresentados serão compatíveis com a realidade.

8.Estabeleça uma reserva de emergências

O planejamento financeiro de um profissional PJ deve considerar a implantação de uma reserva de emergência para possíveis imprevistos.

A reserva de emergência deve ser construída com uma parcela dos seus lucros mensais, como por exemplo 10% e só pode ser utilizada em momentos de dificuldade financeira, sendo providenciada a sua reposição assim que possível.

De acordo com os especialistas, uma reserva financeira segura deve ser igual a todas as despesas de uma empresa pelo período mínimo de 6 meses.

Além disso, é fundamental que esses recursos estejam aplicados em um investimento seguro e com alta liquidez (fácil retirada), como CDBs, LCI e LCA.

Quanto maior a reserva financeira do profissional PJ, maior a sua segurança em relação aos imprevistos que podem surgir ao longo da sua jornada.

9.Defina e estabeleça metas

Quando o assunto é planejamento financeiro, estabelecer metas é um dos passos mais importantes para ter sucesso.

As metas indicam a direção que o seu negócio deve seguir e funcionam como combustível para o sucesso.

Confira algumas metas ligadas a gestão financeira que o profissional PJ precisa considerar no seu planejamento:

  • Meta de redução de custos;
  • Meta de crescimento das receitas;
  • Meta de lucratividade.

10.Conte com o apoio e a assessoria de especialistas

Você já sabe qual é a importância do planejamento financeiro e conferiu uma série de dicas sobre o assunto.

No entanto, talvez, por mais que você entenda a importância do planejamento e da organização financeira, pode ser difícil colocar tudo em prática.

Muitos profissionais que atuam como PJ reclamam de falta de tempo ou conhecimento em gestão financeira para organizar seus negócios como gostariam.

Neste caso, o melhor mesmo, é contar com o apoio de especialistas e empresas como a Fica Tranquilo, que além de cuidar da contabilidade, zela pela organização e gestão financeira dos seus clientes.

Conheça os serviços da Fica Tranquilo Contabilidade

Agora que você já sabe o que é planejamento financeiro e qual a sua importância para o profissional PJ, conheça os nossos serviços e veja como podemos contribuir para o crescimento do seu negócio.

A Fica Tranquilo oferece serviços completos em contabilidade emissão de notas fiscais e financeiro para profissionais PJ de todas as partes do país.

Conheça alguns dos nossos serviços:

  • Abertura gratuita de empresa (sem taxas pra São Paulo)
  • Cálculo de todas as suas guias, seus impostos e pró-labores
  • Manter sua empresa em dia com todas as obrigações do governo – Imposto de renda da pessoa jurídica (IRPJ) incluso.
  • Emitir relatórios contábeis assinados sempre que você precisar.
  • Atender rapidamente seus chamados e solicitações (WhatsApp, telefone, e-mail) e conectar seu problema direto com quem resolve.
  • Plataforma que emite notas fiscais e encaminha para seu e-mail e/ou contratante no mesmo dia da solicitação.
  • Organizar a melhor estratégia fiscal para sua empresa, de modo a pagar menos impostos possíveis e otimizar a economia do seu capital.
  • Sua contabilidade, financeiro e pagadoria, serviço completo.

Para saber mais, conheça os nossos planos e entre em contato conosco!