Primeiros passos para sair da informalidade como PJ

Quais são os primeiros passos para sair da informalidade? Essa é uma dúvida compartilhada entre boa parte dos profissionais que atuam de forma autônoma, dentre eles:

  • Coaches;
  • Digital Influencers;
  • Youtubers;
  • Palestrantes;
  • Caminhoneiros Autônomos;
  • Engenheiro;
  • Arquitetos;
  • Advogados;
  • Médicos;
  • Dentistas;
  • Programadores;
  • Afiliados;
  • Produtores digitais;
  • Dentre outros profissionais.

Com a mudança de hábitos da população e o avanço da tecnologia, é cada vez maior o número de pessoas interessadas em seguir carreiras que permitam o trabalho por conta própria.

Muitos desses profissionais buscam maior autonomia para gerir o seu tempo, tomar suas próprias decisões e conquistar a tão sonhada independência financeira.

No entanto, o que nem todos sabem, é que para ficar em dia com o fisco e evitar o pagamento de impostos em excesso, sair da informalidade é fundamental.

Se você atua como profissional autônomo, deseja pagar menos impostos, emitir suas notas fiscais e sair da informalidade, esse conteúdo é para você.

Logo na sequência, você vai conferir quais são os primeiros passos para sair da informalidade e regularizar suas atividades perante o fisco.

1.Contrate uma contabilidade especializada

O primeiro passo para sair da informalidade é buscar o apoio e assessoria de uma contabilidade especializada na abertura de empresas para profissionais autônomos.

O contador é o profissional mais indicado para fornecer todas as orientações que você precisa e cuidar dos trâmites relacionados a abertura e legalização de empresas.

Se você está pensando em deixar a informalidade e está em busca de uma contabilidade parceira, conheça a Fica Tranquilo, atendemos empresas e prestadores de serviços em mais de 40 segmentos.

2.Separe os documentos necessários

Para deixar a informalidade e conquistar o seu CNPJ, você precisará separar alguns documentos básicos, são eles:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Certidão de Casamento (se casado).

Além dos documentos acima, também será preciso providenciar o carnê IPTU ou a Inscrição Imobiliária do Imóvel que será utilizado para registro da sua empresa.

A boa notícia, é que a depender das atividades desenvolvidas, você pode abrir a sua empresa no seu próprio endereço residencial ou no endereço de um coworking.

3.Aguarde a legalização da empresa

Após contratar um contador e fornecer os documentos necessários para abertura e legalização da empresa, basta aguardar.

Aqui na Fica Tranquilo, cuidamos de todos os trâmites para você, desde o registro da empresa na Junta Comercial, até a emissão do CNPJ e do seu Alvará de Funcionamento.

Cuidamos de tudo para que a sua empresa fique em dia com o fisco, permitindo o desenvolvimento das suas atividades e a emissão de notas fiscais.

Modelo de Contrato PJ para sair da informalidade 

Sabemos que deixar a informalidade é o sonho de muitos brasileiros, e, portanto, temos como missão facilitar esse processo.

Por isso, além de cuidar dos trâmites para abertura e legalização do seu CNPJ, fornecemos conteúdos e materiais que podem ser úteis para a sua jornada empreendedora.

Clicando aqui, você pode fazer o download gratuito de um modelo de contrato PJ.

Procurando uma contabilidade descomplicada e com planos sob medida? Entre em contato conosco, converse com um dos nossos especialistas!