Preciso emitir nota urgente, mas sem CNPJ. O que fazer?

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Você realiza operações comerciais sem se importar com nota fiscal? Saiba que emitir nota é obrigatório, além de trazer uma série de vantagens para o seu negócio.

No final de 2018, a rede de postos Shell foi multada em R$ 672 mil por importar miniaturas de Ferrari sem NF. Esse é apenas um dos diversos casos diários sobre as consequências fiscais de ações como essa.

Por isso, continue lendo para descobrir a importância da nota fiscal e como emitir, mesmo CNPJ.

A importância de emitir nota fiscal

A emissão de nota fiscal é obrigatória, conforme a legislação federal (Lei Nº 8.846/94). Assim, você deve emitir nota, recibo ou outro documento que comprove a venda, prestação de serviços ou demais operações comerciais.

Deixar de omitir esse documento é crime e o mesmo acontece para emissão de valores inferiores ao que realmente foi operado. Além disso, ao demonstrar o compromisso de emitir uma NF, mesmo sem CNPJ, você transmite segurança e confiabilidade no relacionamento com seus clientes.

3 opções para emitir nota sem CNPJ

Mesmo depois de conhecer as consequências para quem não emite nota, talvez você deve estar pensando: “mas, como vou regularizar minha transação sem uma empresa aberta?”.

Emita um RPA

O recibo de pagamento de autônomo (RPA) é um modelo rápido e fácil de usar. Você pode emitir o RPA online ou adquirir o modelo em qualquer papelaria.

Sobre os valores, devem incidir os seguintes descontos:

  • INSS;
  • IRRF;
  • ISS — quando há obrigatoriedade pela legislação municipal.

No entanto, é uma opção indicada para trabalhos autônomos ocasionais, porque os descontos podem não compensar no final das contas.

Faça uma NF avulsa

Há também a possibilidade de emitir NF como pessoa física. Para isso, você deve procurar a prefeitura onde reside a fim de realizar o cadastro, uma vez que cada cidade tem seus procedimentos obrigatórios.

Alguns locais oferecem essa possibilidade pela internet, o que facilita o processo. No entanto, vale lembrar que é realizada a cobrança da taxa de inscrição municipal.

Após esse processo, você estará habilitado a emitir notas avulsas, tanto em papel, quanto eletrônicas — por meio de um número de registro.

Abra uma Empresa

Quando a renda como autônomo passa a ser constante, o mais indicado é realizar um cadastro de microempreendedor individual (MEI) e obter um CNPJ em condições bem menos burocráticas do que as outras.

A vantagem do MEI é que ele não incide impostos sobre a NF emitida e a contribuição obrigatória fica entre R$ 45 a R$ 50 reais por mês. Com isso, a nota pode sair muito mais barata do que os impostos pagos para emitir um RPA ou nota fiscal avulsa.

Além disso, como MEI você ganha alguns benefícios referente à Previdência Social. No entanto, é preciso que seu faturamento anual não ultrapasse R$ 60 mil, logo, você precisa fazer uma análise se este valor se aplica a sua realidade.

Mesmo sem vínculo empregatício, você é um trabalhador e precisa se posicionar como tal.

Assim, transmite profissionalismo sobre o seu negócio e a segurança para manter bons relacionamentos profissionais.

Você quer mesmo ter que se preocupar com tudo isso?

Ter que se preocupar com Emissão de Notas, Abertura de Empresas, Desenquadramento ou qualquer outra burocracia acaba com a sua produtividade e sua tranquilidade.
Deixe isso para quem tem prazer em te ajudar e é especialista em PJs e Freelancers.
Nosso foco é criar soluções inteligentes para contabilizar impostos e burocracias para você ser contador de novas histórias.
Entre em contato com alguém do nosso time ou deixe seu número ou email que entramos em contato e diga adeus à Burocracia!

Seja Assinante

E receba conteúdos exclusivos direto no seu email