Fui contratado como PJ, e agora?

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Atualmente, muitas empresas têm contratado funcionários como PJ, deixando de lado o regime celetista. Isso pode proporcionar diversas vantagens tanto para a organização quanto para o colaborador.

No entanto, caso o acordo ocorra dessa forma, o funcionário não possui os benefícios que são propiciados pela CLT, como o 13º salário, a aposentadoria e as férias. Por isso, é sempre importante avaliar, antes de aceitar uma contratação como PJ.

Você está pensando em se tornar PJ, ou já foi contratado como pessoa jurídica, mas não sabe como será o regimento do seu trabalho? Confira a nossa matéria, pois listamos as diversas vantagens e desvantagens desse tipo de contratação!

Quais são os motivos da empresa contratar o funcionário como PJ?

Através da contratação do funcionário como PJ, a empresa contratante não precisa pagar diversos tributos, livrando-se do pagamento de encargos trabalhistas, de forma a desembolsar apenas a quantia referente à nota fiscal.

Mesmo livre desses pagamentos, é dever da empresa pagar o plano de saúde, o vale-refeição, e o vale-transporte para o funcionário.

A contratação como PJ possui leis trabalhistas?

Quando um funcionário é contratado como PJ para prestar serviços, ele não possui os mesmos benefícios de um empregado que é regido pela CLT. Por isso, a pessoa jurídica não tem direito a férias, FGTS, horas extras, previdência social, seguro desemprego, equiparação salarial, e 13º.

Assim, o indivíduo que atua como pessoa jurídica, deve pagar todos os encargos e tributações vinculados à PJ, e não tem direito às leis trabalhistas.

Quais são as vantagens e desvantagens de ser contratado como PJ?

Ser contratado como PJ possui diversos benefícios e malefícios, e por isso cabe a você escolher se vale a pena se tornar uma pessoa jurídica.

Vantagens

  • Maior flexibilidade – PJ não tem horário fixo, como um empregado regido pela CLT que bate ponto diariamente;
  • Melhor remuneração quando comparado a um profissional celetista – PJ recebe uma quantia proporcional ao seu nível de produtividade;
  • Não possui um forte vínculo com a empresa contratante, sendo possível prestar serviços para quem estiver oferecendo maiores benefícios.

Desvantagens

O que devo fazer após ser contratado como PJ?

Após ser contratado como PJ você possui diversas obrigações, e é preciso que saiba quais são, para que não ocorra problemas futuros.

Abrir uma empresa

A primeira coisa a ser feita é abrir uma empresa, afinal você não poderá atuar como PJ, sem ter um CNPJ, não é mesmo?

Por isso, o ideal é que você procure uma organização responsável, que possa te ajudar nesse processo.

Contratar contabilidade

Logo depois, o indicado é contratar uma assessoria de contabilidade, para gerir os números do seu negócio.

Afinal, ninguém quer ficar perdido em relação ao valores dos custos e dos lucros da PJ.

Emitir notas fiscais

Para atuar como PJ, é necessário fazer a emissão de notas fiscais, para que a mesma possa ficar em dia perante a receita federal, e declarar todo o seu faturamento.

Pagar impostos

Um das principais responsabilidades da PJ perante o Estado é realizar o pagamento de impostos. Se você tiver dificuldades em realizá-lo, basta contratar uma empresa que presta serviços de contabilidade para te ajudar.

Vale a pena trabalhar como PJ?

Diante de tantas vantagens e desvantagens, é possível avaliar se vale a pena trabalhar como PJ.

Para fazer essa análise, recomendamos que você se atente às suas necessidades, e avalie o que é melhor para a sua vida profissional e pessoal: trabalhar como funcionário celetista, tendo mais segurança, ou atuar como pessoa jurídica, podendo ter uma maior remuneração, mas correndo diversos riscos.

O ideal é pensar nisso com calma, afinal essa é uma decisão bastante importante para a sua vida!

Para outras perguntas, consulte nosso time, temos a solução certa para você!

Talvez você ainda tenha mais alguma dúvida sobre Emissão de Notas, Abertura de Empresas, Desenquadramento ou qualquer outra burocracia, não é mesmo?
Quando se trata da nossa empresa e futuro profissional é preciso ter certeza de cada informação e poder confiar no parceiro contábil que te dê mais segurança.
Pergunte o que precisar para quem tem prazer em te ajudar e é especialista em PJs e Freelancers.
Nosso foco é criar soluções inteligentes para contabilizar impostos e burocracias para você ser contador de novas histórias.
Entre em contato com alguém do nosso time ou deixe seu número ou email que entramos em contato e diga adeus à Burocracia!

Seja Assinante

E receba conteúdos exclusivos direto no seu email